19/06/2012

Escolhas...


O que significa amar verdadeiramente uma pessoa?


Houve um tempo em que eu achava saber a resposta: significa que eu iria pensar em Savannah mais do que em mim mesmo, e passaríamos o resto de nossas vidas juntos. Não seria difícil. Ela me disse certa vez que a chave para a felicidade é ter sonhos realizáveis, e os dela não eram nada fora do comum. Casamento, família... o básico. Isso significa que eu teria um emprego estável, uma casa com cerca branca e uma minivan ou SUV grande o suficiente para levar nossos filhos à escola, ao dentista, ao treino de futebol ou aos recitais de piano. Dois ou três filhos – ela nunca foi clara a respeito, mas meu palpite é que quando chegasse a hora, ela deixaria a natureza seguir seu curso e Deus tomar a decisão. Ela era assim – religiosa, quero dizer – e suponho que esse tenha sido um dos motivos pelos quais me apaixonei por ela. Independentemente do que acontecesse em nossas vidas, eu me imaginava ao fim do dia deitado na cama ao lado dela, nós dois abraçados enquanto conversávamos e ríamos, perdidos nos braços um do outro.

Não parece tão absurdo, certo? Quando duas pessoas se amam? Foi também o que pensei. E, enquanto uma parte de mim ainda quer acreditar que isso seja possível, sei que não vai acontecer. Quando eu for embora de novo, nunca mais vou voltar.

Parte de mim dói ao pensar que ela está tão perto e eu não posso tocá-la, mas nossas histórias seguiram caminhos diferentes. Não foi fácil aceitar essa verdade simples, pois houve um tempo em que nossas histórias eram uma só, mas isso aconteceu seis anos e duas vidas atrás. Nós dois temos lembranças, é claro, mas aprendi que as memórias podem ter uma presença física, quase viva, e nisso Savannah e eu também somos diferentes. Enquanto as lembranças dela são estrelas no céu noturno, as minhas compõem o assombrado espaço vazio entre elas. E, ao contrário dela, sinto o peso de perguntas que já me fiz mil vezes desde nosso último encontro. Por que fiz aquilo? Faria tudo de novo?
Fui eu, veja bem, quem terminou tudo.
Mas eu a conheci; e é isso que torna minha vida atual tão estranha. Eu me apaixonei por ela enquanto estávamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados. Nossa história tem três partes: um começo, um meio e um fim. Embora seja assim que todas as histórias se desenrolam, ainda não consigo acreditar que a nossa não durará para sempre.
Reflito sobre essas coisas, e como sempre, nosso tempo juntos retorna à minha mente. Relembro como tudo começou, pois agora essas memórias são tudo o que me resta.


Trecho do Livro "Querido John"
Nem preciso falar nada... :)

11 comentários:

Socorro Melo disse...

Oi, Jaque!

E como dizia o nosso Vinicius de Morais: que o amor seja eterno, enquanto dure...

Não li ainda este livro, mas, fiqui curiosa pra conhecer essa história, rsrs

Beijinhos, querida
Socorro Melo

Suzala Moura disse...

Jaque, minha linda, ainda não li esse livro, mas pretendo! achei lindo o texto. beijos

Alana Tenório disse...

Oi Jaque!! Tbm nunca li esse livro e fiquei curiosa... lindo texto... mas deve ser triste... =/
Bjus

Rosi Silva disse...

Uau Querido Jhonn tudo de bom, bom demais menina .. Amo citações do livro são divinas*
beijos

Dri Andrade disse...

Tbm não li mas ja gostei.
Tudo isso só pode vir de um lugar. O amor.

beijos amei.

Borboleta Lilás disse...

Eu já li DUAS vezes e ele é simplesmente perfeito! *--*

Morena disse...

Eu há séculos paquero esse livro, mas chorei horrores no filme e creio que seja pior no livro, aí que eu tbm vivo me separando do Ti então to esperando um momento propício p lê-lo!

Beijos saltitantes
Boa semana

Lu Barreto disse...

Que texto lindo!

Natália das Luzes disse...

*-*
eu não li o livro, mas chorei horrores com o filme!

que trecho lindo!
doloroso, triste, mas lindo!!

***Jaque*** disse...

Muito lindo este texto!!
Beijoss!!


http://rodejaque.blogspot.com.br

Juliana Doerner disse...

Amiga, como eu amo o seu cantinho...!!! Me lembra o começo da nossa amizade, o começo da minha vida como blogueira!

Amo você sem te conhecer, porque é fácil amar você!!! Amo cada foto que a vejo feliz!!

Espero conseguir voltar aqui sempre! Com o lançamento do Portal Gemelares, estou voltada demais pro meu trabalho, que tem dado muito certo!!

Amei esse trecho do livro, e vê se não esquece da amiga sumida aqui! Sinto muita a sua falta no msn.

Beijão da Jú e dos gêmeos! Depois de uma passada lá: www.gemelares.com.br

Saudades...