21/04/2012

Desapegue!


Tem coisa que eu deixo passar. Não vale a pena. Tem gente que não vale a dor de cabeça. Tem coisa que não vale uma gastrite nervosa. Entende isso? Não vale. Não vale dor alguma, sacrifício nenhum.
- Cazuza



Eu sou uma pessoa muito cuidadosa quando a questão são os amigos. Eu cuido, eu mimo, eu vou atrás, eu procuro. Mas só faço isso pra quem merece, não é qualquer um que tem meu carinho não. Mas claro que nem sempre foi assim. Aprendemos muitas vezes, apanhando.

Quantas vezes eu coloquei pessoas na listas das "importantes" e me ferrei? Muitas. Pessoas que sumiram de uma hora pra outra, que ignoravam meus recados, meus e-mails, meus torpedos.Teve uma época que fiquei muito chateada por isso, porque até então éramos amigos! Pessoas que estavam presentes sempre  (e muitas delas estiveram no meu casamento, lá no altar, como nossos padrinhos!) e depois somem, do nada. Putz, isso mexeu muito comigo, não vou negar! Mas é aquela história de que não conhecemos a pessoa que está conosco... E até sei mais ou menos o motivo de alguns.

Conversando com meu marido, eu desabafei. Eu digo que tenho amigas (os) e ele fala: "Onde estão essas amigas que nunca vem te visitar? Que não te ligam, não te mandam e-mails?" Durante um bom tempo eu me colocava como culpada, porque EU não ia atrás, EU não tinha tempo pra fazer tudo isso. Mas ele me fez enxergar que não é bem assim... Eu sei que a vida de todo mundo é corrida, todo mundo trabalha e muitos estudam, mas quando queremos achamos achamos um jeito. Durante um bom tempo eu tentei fazer isso, mas chegou uma hora que cansou sabe? Eu parei de me culpar, e não culpo ninguém também, mas fiquei tranquila. É claro que em alguns momentos nos reencontramos... Em datas especiais eu sempre faço questão de chamar, mas não é só nessas horas, entende?

Aos poucos fui ficando mais seletiva. Hoje já não me importo se respondeu ou não o e-mail, se está preocupado comigo ou não, se lembra de mim. Desapeguei! Hoje eu sei quem realmente é importante na minha vida, e não apenas da boca pra fora. Eu sinto isso de verdade! Ninguém precisa me falar porque eu vejo. Hoje não tenho mais receio de excluir das redes sociais - e da minha vida - quem não me acrescenta, porque já falei muitas vezes: Eu quero qualidade, não quantidade!

E digo mais: Não tem coisa melhor do que se sentir bem consigo mesma. Ao olhar algo que me chatearia e não sentir nada, é muito bom! Cansei de sofrer por coisas que não mereciam meu sofrimento. Cansei de me importar demais. Cansei e vi que ser feliz e viver bem é muito melhor!



P.S.: É claro que algumas pessoas, apesar de tudo isso estão guardadas comigo. Porque mesmo pensando eu não encontro nenhum motivo pro afastamento, a não ser a falta de tempo... Fico triste pela distância mas não posso ser injusta, porque estiveram comigo durante anos, sempre me apoiando. O amor ainda está aqui, só que guardado. A única coisa que chateia é que estamos distantes, muito distantes...

12 comentários:

✿ chica disse...

Estás certa em pensar e agir assim. Nada adianta um monte se nem aparecem, não se mostram, não respondem...


Penso como tu, a QUALIDADE é que vale! beijos,chica

Luma Rosa disse...

A vida nos ensina a reconhecer o que é real, aquilo que verdadeiramente importa. Quando somos crianças, o mundo é extenso, cheio de gente desconhecida e nos sentimos seguros entre pessoas que conhecemos, queremos conhecer gente e descobrir esse mundo. Na adolescencia chegamos ao ponto de valorizar mais os amigos do que a família. Depois cada um segue o seu caminho e mais tarde, a saudade começa a resgatar as pessoas que realmente foram importantes em nossa vida. Lógico, muita gente se perdeu, mas corremos o risco. Precisamos nos desapegar de tudo, até mesmo de nossa vida! Beijus,

Nathy disse...

Entendo vc Jaque! As vezes me frustro com certas atitudes...eu sei bem o que é esse sentimento. Mas acho que estou aprendendo a desapegar também... esbora ainda tenha muito o que aprender.

Beijos, amiga querida!

Morena disse...

Ai... amor guardado é lindo, mas triste! Gente eu n nasci para viver as coisas a distância! Morro de saudade de quem amo, mas a vida é tensa complicada manda a gt fazer mil coisas ao mesmo tempo!!!

Mas se livrar do que não é necessário e não nos dá valor é super importante!!! Dá uma leveza!!!

Beijos saltitantes
Boa semana

Micha Descontrolada disse...

tem pessoas q se afastam q nos fazem bem...pensa pelo lado positivo tb.

Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

Taís disse...

É bem isso Jaque... a vida nos mostrando o lugar de cada coisa.
Essa frase do Cazuza é das melhores...
bjos

Valéria disse...

Oi Jaque!
É assim, aprendemos a duras penas, Comentei há pouco em outro blog que conto nos dedos da mão os amigos que tenho. Seja no real ou no virtual, dou importancia a isso, qualidade, não quantidade.
beijinhos e uma super semana!

Alana Tenório disse...

Oi Jaque... obrigadaa pelas palavras carinhosas... =) Sabe que eu tbm já pensei que eu era a culpada de me distanciar das minhas amigas, mas elas tbm se distanciaram de mim... não é culpa de ngm... é a vida que segue e toma outros rumos mesmo...
Bjus

She disse...

Minha querida, eu amei o seu texto e desabafo! ;) Costumo dizer que o sentimento da amizade ficou banal tanto quanto o dizer "eu te amo"... É preciso muito mais do que falas e rótulos, é preciso SIM ser mostrado em ações. Não só nas datas bonitas e arrumadinhas, mas nos momentos difíceis, principalmente, e no dia a dia. Te entendo perfeitamente e o que posso te dizer é que essa forma que vc descobriu ser melhor pra vc ao ser mais seletiva piora muito quando estiver chegando aos 40... kkkkkk
Hoje com quase 38 anos não me interesso mais por relacionamentos de mão única, por amizades que não me procuram, por amizades que não sabem ao conversar comigo perguntar um simples "tudo bem?" e principalmente: saber ouvir e aguardar a resposta. Os relacionamentos estão muito fast food, tudo é no piloto automático: "eu te amo"; "sou sua amiga"; "gosto de você"; "tudo bem?"...
Hoje, infelizmente, quase ninguém mais ouve ninguém e relacionamento de verdade e qualquer que seja o tipo dele baseiam-se em ouvir. Tem que saber ouvir para se doar e deixar o outro também se doar. As pessoas desaprenderam a ouvir...
Beijo, beijooooo
She

Dri Andrade disse...

Meu avô dizia que pra se dizer que tem um amigo é preciso comer um quilo de sal junto com ele. Ou seja,leva tempo pra comer um quilo de sal. A amizade a mesma coisa. Leva tempo pra fortalecer os laços, é nas dores , na felizidade, na hora do aperto ou na hora em que vai tudo bem. Qualquer hora é hora do amigo.

Concordo com seu desabafo amiga, tbm ja me decepcionei assim, mas isso tudo que vc esta sentindo, falando e vivendo, chama-se maturidade e pra ela vir tem que doer mesmo.
Claro, a gente sabe que todo mundo é ocupado, mas concordo que se não for por um motivo maior, de doença, depressão, problemas em casa, o amigo tem que ser prioridade.

Acho que essa frase do Cazuza transmite tudo que a gente queria dizer.

Mas vc sabe que tem uma amiga pra todas as horas sempre q a vida me permitir..uma beijoca

Géssica (Kinha) disse...

Sumi um pouquinho, mas agora consegui voltar!
Saudade desse cantinho e desses textos tao inspiradores que sempre melhoram o meu dia...rs
Beijo amiga! Boa semana!

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Jaque
A gente vai aprendendo com o tempo... é assim mesmo... Mas vale dar do que receber!!!
Bjm de paz