02/04/2010

A saudade que fica...


Hoje, sexta feira santa, 02 de Abril de 2010, completa 2 anos e 5 meses que meu querido sogro se juntou aos anjos no céu...


Sabemos que a morte é a única certeza na vida, mas nunca esperamos que aconteça, mesmo quando vemos a pessoa sofrendo. Somos egoistas por querer que ela fique para continuar fazendo parte de nós.


Esse é o momento mais difícil que eu já passei na minha vida. Talvez pelo fato de ter convivido com ele menos de 2 anos, eu senti muito quando aconteceu. Até hoje quando penso nele me emociono...


Ele era alegre, divertido, simpático e carinhoso, do jeito dele mas era. Gostava muito de brincar com as pessoas. A felicidade estava sempre com ele e isso era contagiante. Ele concerteza foi o exemplo ideal de pai, marido, amigo... O meu marido é ele "escrito", nos pensamentos, gestos, modo de agir. E tenho certeza que vai ser exemplo para nossos filhos também.


Superar a dor não é fácil. O que ainda me deixa triste, é saber que meus filhos não terão oportunidade de conviver com ele... de aprender, passear, brincar...


Mas isso faz parte da vida. A dor faz parte. É só olhar pra cruz, e ver o quanto Ele sofreu. Sem ter culpa nenhuma.

Que hoje, sexta feira da Paixão, tenhamos consciência de que a morte é o fim da vida aqui, mas de uma eternidade com Ele. Que possamos meditar e rever tudo o que estamos fazendo de errado. Amar as pessoas e não deixar que os sentimentos negativos se aproximem. Apenas amar. Como Ele nos amou.


Seu Amilcar se foi, mas continua muito presente em nossos corações. Pra sempre. E o amor permanece. Assim como o amor de Deus por nós. Incondicional.

5 comentários:

Luciana P. disse...

Realmente, a morte nos deixa fragilizados, mas, aos poucos, as lembranças boas vão se sobrepondo à dor da saudade... Essa época, inclusive, para quem é religioso, é de profundo pesar.

Muito legal o seu post!

Beijos pra ti e um ótimo feriado!

Juliana. disse...

Saudade é algo que dói não é? Mas precisamos guardar sempre em nossas memórias as lembranças boas, os risos, a felicidade o amor que essa pessoa nos fez passar! Lindo Post!
Um beijo e bela páscoa!

Carolina disse...

Perder alguém não é fácil mesmo. E o paradoxo de tudo é que sabemos que a única certeza da vida é que inevitavelmente perderemos pessoas pelo caminho, mas não estamos preparados pra esta certeza, nunca.

Um beijo cheio de carinho!
Obrigada pela visita, quando pintar vontade apareça, mi casa su caso, ok?

PS* Muito já passei pela sua terra, entre idas e vinda na ponte Curitiba - POA, sempre a trabalho.rs

Olavo disse...

Neste dia de Páscoa, gostaria de desejar a você muita paz e harmonia.

Que você tenha um reencontro consigo mesmo

e que as portas que Ele já abriu conduzam realmente a um caminho de muita luz,

renovação e libertação.



"Ninguém tem maior amor do que aquele que dá sua vida pelos que ama" (Jo 15, 13)

- disse Jesus.

E Ele assim fez.

"re" disse...

Perdas e saudades é uma coisa de que entendo muito bem e sei o quanto dói. Passa-se anos e anos e não esquecemos e não deixa de doer.
Sou grata pelo carinho de tua visita e pelas tuas palavras.
Te desejo um lindo domingo de Páscoa junto com teus familiares.
Lembranças boas devem permanecer.

Un beso